MakeOne anuncia nova divisão focada em soluções de inteligência artificial

Harold Schultz é apresentado como Chief AI Officer na empresa e será responsável pelo MakeOne LAB

A MakeOne, empresa com foco em comunicação unificada, mobilidade, estratégias sólidas de CX e consultoria personalizada, anuncia sua nova divisão voltada em cocriação de soluções de IA com os clientes e parceiros, agregando inovação de valor, o MakeOne LAB. A nova unidade de negócios foi criada a partir da aquisição da Metanoia Digital, consultoria focada em criação de experiências digitais, com mais de 150 projetos realizados em 7 países e mais de 2.500 executivos treinados em metodologias de inovação.

“A maneira de trabalho do LAB é de se aproximar dos nossos clientes, entendendo as suas dores e o estado atual da jornada do cliente deles, além da infraestrutura de dados e então, desenhar e entregar soluções de IA de alto valor agregado”, comenta Harold Schultz, Chief AI Officer da MakeOne.

Harold Schultz, Chief AI Officer da MakeOne

A inteligência artificial é inevitável no futuro das empresas, seja qual for a área. Uma pesquisa da fornecedora de insights estratégicos de mercado, Precedence Research, mostrou que o tamanho de mercado de IA foi avaliado em aproximadamente US$ 165 milhões, e que até 2030 deverá valer mais de US$ 1,5 bilhões, globalmente. Registrando uma Taxa Composta de Crescimento Anual (CAGR) de 38,1% de 2022 a 2030.

Para Schultz, a integração entre Customer Experience (CX) e IA tem um futuro promissor, gerando um aumento exponencial de receita das empresas. “A hiperpersonalização em escala é um ponto em que poucos players no mercado estão prontos para aproveitá-la, no momento. A possibilidade de criarmos experiências completamente personalizadas, como o Conversational Commerce, onde a IA interage naturalmente com o cliente e sugere soluções personalizadas para ele, podendo responder as perguntas no mesmo nível ou até melhor que o atendente de balcão de loja, é o que trará retornos positivos para as empresas”, explica o executivo.

Com foco no CX, a Gartner, empresa fornecedora de insights, divulgou uma pesquisa, revelando que em 2022, cerca de 15% das interações de atendimento ao cliente no mundo foram feitas por inteligência artificial. Mostrando que a tendência em 2024 e nos próximos anos, é que esse número aumente ainda mais.

Com a formação do LAB de inovação, a MakeOne adiciona as competências de desenho de experiências digitais e integração das soluções com uma infraestrutura de dados robusta e traz consigo parcerias com players importantes de soluções de dados e IA.

Recentemente, a empresa anunciou o rebrand de Telesul para MakeOne, que aconteceu para comunicar de forma mais eficiente a essência da marca, baseada em inovação e tecnologia de ponta. As soluções de mobilidade, comunicação unificada, CX e consultoria de negócios, já fazem parte da história da empresa há mais de 35 anos. A criação do LAB vem para consolidar ainda mais a MakeOne no mercado, além de entrar na era da inteligência amplificada.

+ mais lidas

Governança cliente-cêntrica: uma estratégia corporativa essencial e necessária

Quanto você pagaria para ver um gol do seu time do coração?

Presidente do Senado defende “urgência” na regulamentação da inteligência artificial

Governança cliente-cêntrica: uma estratégia corporativa essencial e necessária

Quanto você pagaria para ver um gol do seu time do coração?

Presidente do Senado defende “urgência” na regulamentação da inteligência artificial