O Consumidor no Centro de Tudo

Destaque

O Consumidor no Centro de Tudo

Em um mercado cada vez mais competitivo e digitalizado, vence a organização que se destaca de alguma forma, seja pela qualidade, atendimento, preço, pluralidade de serviços, experiência oferecida ao consumidor, ou todas essas juntas e mais um pouco. Essa foi a maneira encontrada pela Rappi para despontar entre as gigantes da tecnologia no Brasil e sair na frente na corrida dos superapps. Em uma conversa esclarecedora para a INOVATIVOS, Sergio Saraiva, presidente da companhia no País, fala sobre a importância da plataforma ter abraçado novos serviços, da estratégia bem-sucedida para atender segmentos tão complexos e como está vencendo os desafios para se tornar o principal app do brasileiro, se dispondo a resolver a vida do usuário sem que ele precise trocar de aplicativo.

 

A digitalização dos negócios proporciona inúmeros benefícios para a sociedade como um todo, mas é fundamental que as companhias tratem os dados dos seus usuários com mais responsabilidade. A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) vem para certificar que as empresas façam uso correto dessas informações pessoais, embora o caminho para isso seja longo e sinuoso, segundo os especialistas ouvidos pela revista em reportagem especial.

 

A INOVATIVOS conta ainda com os principais destaques do Innovation Experience Conference. Foram ao todo 95 palestrantes, 22 horas de conteúdo e muitos questionamentos relevantes levantados para quem deseja atuar nesse novo mundo. Entre os destaques, as principais lideranças da economia digital abordam a importância das empresas de colocar o cliente no centro de suas estratégias de atendimento, enquanto as organizações do setor logístico explicam como estão superando os inúmeros obstáculos para conectar o Brasil de ponta a ponta.

 

Já no quesito serviços financeiros, os bancos digitais parecem ter encontrado a rota certa para conquistar as contas (e os corações) dos brasileiros. O segredo não poderia ser outro: o investimento na Experiência do Consumidor. Não é à toa que as startups do setor tiveram uma captação recorde de investimentos e estão deixando os players tradicionais para trás ao prover serviços desburocratizados, taxas mais acessíveis e um portfólio de produtos customizado para atender as demandas reais dos seus clientes.

 

96 Enfim, esta 3ª edição é um prato cheio para o leitor entender os desafios que a Nova Economia está enfrentando no País e como muitos deles estão sendo superados pelos principais líderes dos seus setores. O cenário é de otimismo e a integração entre os mundos on e off é quem dita as regras do jogo agora. Ficar de fora não é uma opção. Boa leitura!

 

Download

 

 

 

Vm

**Por Vitor Magnani, Presidente da Associação Brasileira Online to Offline (ABO2O) e do Conselho de Comércio Eletrônico da Fecomercio/SP. Professor da FIA e especialista em Relações Institucionais e Governamentais

 

 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Compartilhar