É possível crescer na crise e ainda minimizar os impactos negativos da Covid-19?

Capa In Loco

O cenário inesperado gerado pela pandemia da Covid-19 ao redor do mundo está obrigando muitas empresas a se reinventarem para sobreviver. Embora parte delas esteja fechando as portas ou enfrentando tempos difíceis, outras estão aproveitando o momento não apenas para crescer, mas ajudar. É o caso da In Loco, uma empresa de tecnologia que fornece inteligência de dados a partir da geolocalização dos celulares, preservando a privacidade dos usuários.

 

Visão & Oportunidade

 

Whatsapp Image 2020 04 13 At 17.26.33

“Há três semanas, mais ou menos, observamos que era possível adaptar nossas métricas e transformar os dados de localização já coletados em estatísticas. Foi daí que surgiu o Índice de Isolamento Social. Fizemos o primeiro contato com a Prefeitura do Recife, cidade-sede da In Loco, e oferecemos a solução. Foi a nossa primeira parceria, o piloto do projeto. O resultado foi bastante positivo e decidimos contatar outros órgãos públicos”, explica André Ferraz, CEO da In Loco.

Segundo Ferraz, é possível ajudar sem parecer oportunista desde que busque soluções que realmente contribuam para o cenário e à população, de alguma maneira. “No nosso caso, por exemplo, optamos por não vender a solução. O Índice de Isolamento Social é fornecido de maneira pro bono para os órgãos públicos”.

“Diante de um cenário inesperado, como esse, a primeira medida é focar no que é essencial para a sobrevivência de seu negócio. Se for possível criar uma solução que contribua positivamente para o panorama e seja produtiva ao mesmo tempo, melhor ainda. Em momentos como esse, é preciso ser criativo e adaptar-se com velocidade”.

“Em momentos como esse, é preciso ser criativo e adaptar-se com velocidade”

Na prática

 

Geolocation

O objetivo do Índice de Isolamento Social é mapear regiões que apresentam maior movimentação de pessoas e pode ser, ou se tornar, uma área de risco. “Fornecemos dados estatísticos de geolocalização para diversos órgãos públicos, de maneira pro bono. Essas informações auxiliam os órgãos públicos a intensificar ações de conscientização e recomendações sobre a prevenção ao coronavírus”.

A Prefeitura do Recife, por exemplo, ampliou o envio de carros de som para os bairros com menor índice de isolamento e optou por embarcar a tecnologia da In Loco em seus próprios aplicativos – como o de transporte público, por exemplo. Por meio deles, enviam notificações push com mensagens de conscientização e recomendações sobre a prevenção à Covid-19.

Eles também tornaram os dados públicos para que toda a população acompanhe os dados de isolamento social. O Mapa Brasileiro da Covid-19, atualizado diariamente, mostra  o índice nacional e por estado. Além da Prefeitura do Recife, os governos estaduais de Alagoas, Amapá, Amazonas, Maranhão, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Piauí e Santa Catarina também estão utilizando o Índice de Isolamento Social. 

 

Apps do Bem

 

Handsss

Além do Mapa, a In Loco está trabalhando em uma nova ação, agora em parceria com a iniciativa privada. Os recém-lançados Apps do Bem visam levar informações úteis à população por meio de notificações push geolocalizadas para aplicativos que queiram conscientizar seus usuários com dicas e melhoras práticas de prevenção ao coronavírus.

“Estamos em processo de fechar parcerias com empresas de apps de grande expressão e número de usuários”, disse Ferraz. Ele ressalta que nesta iniciativa também não existe nenhum ganho financeiro para a In Loco nem para o parceiro. “Não será vendido nenhum serviço, e a ideia é manter a população consciente dos cuidados com a saúde e medidas para combater a infecção do vírus”.

 

Futuro

 

Sobre a Covid-19 especificamente, a In Loco seguirá com o Índice observando possíveis maneiras de adaptar suas métricas para aprimorar a solução. Já em relação aos negócios como um todo, a empresa já iniciou o processo de transformar suas tecnologias em soluções de Segurança da Informação e antifraude, desde sua última rodada de investimentos em junho de 2019. Segundo Ferraz, o movimento está acontecendo naturalmente e o posicionamento nesta linha de negócios se mantém.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Compartilhar