E-commerce transaciona R$ 830 bilhões no País em 2023, diz Abecs

Montante, segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços, representa um crescimento de 13,2% em comparação com 2022, quando as compras não presenciais movimentaram R$ 733 bilhões

Em 2023, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), o e-commerce transacionou R$ 830 bilhões, um crescimento de 13,2% em comparação com 2022, quando as compras não presenciais movimentaram R$ 733 bilhões.

De acordo com o levantamento, o crescimento no e-commerce também foi verificado para cada modalidade de pagamento disponível: cartão de crédito (12,8%); cartão de débito (28,3%); e cartão pré-pago (24,3%).

Outro modelo que se destacou foi o pagamento por aproximação. Em relação a 2022, o aumento foi de 70,1% no ano passado, chegando a R$ 986,4 bilhões operados. O cartão de crédito representou R$ 541,3 bilhões em valores transacionados, enquanto o de débito correspondeu a R$ 180,4 bilhões.

Ao todo, 17,5 bilhões de compras foram pagas por aproximação em 2023 – feitas por meio de cartão (78%), celular (27%) ou relógio (1%) – correspondendo a 54,7% das transações presenciais.

Em relação à utilização de cartões no Brasil em 2023, os dados da Abecs mostram que, ao todo, foram R$ 3,74 trilhões transacionados e 42,2 bilhões de operações contabilizadas no período. Os dados marcam crescimento de 10,1% e 13,1% em comparação com o ano anterior, respectivamente.

De maneira geral, o cartão de crédito continuou como o preferido do consumidor, com R$ 2,4 trilhões transacionados em 17,8 bilhões de operações.

Compras internacionais

Quanto ao uso de cartões para consumo no exterior, a Abecs identificou um gasto geral de R$ 66,1 bilhões no ano passado. Entre as principais regiões em valor transacionado por brasileiros fora do país estão a Europa (R$ 29,5 bilhões), EUA (R$ 24,9 bilhões) e Américas (R$ 7,8 bilhões).

+ mais lidas

Governança cliente-cêntrica: uma estratégia corporativa essencial e necessária

Quanto você pagaria para ver um gol do seu time do coração?

Presidente do Senado defende “urgência” na regulamentação da inteligência artificial

Governança cliente-cêntrica: uma estratégia corporativa essencial e necessária

Quanto você pagaria para ver um gol do seu time do coração?

Presidente do Senado defende “urgência” na regulamentação da inteligência artificial